Como superar o fim de um namoro?

Uma mulher triste e mal pois terminou o seu relacionamento.

Devemos ter a consciência de que mesmo passando por situações difíceis, nós vamos encontrar a cura! Veja como superar o fim de um namoro:

Quando as pessoas erradas saem da sua vida, as coisas certas começam a acontecer.

– Zig Ziglar.

O fim de um relacionamento pode causar muitas emoções e dor, mas quando o casal decide terminar porque uma pessoa decide, a dor é diferente, é a dor da rejeição. 

Há oito anos, eu não tinha ideia que a separação estava por vir. Mas, eu não estava mais sendo valorizada. 

A rejeição pode desencadear sentimentos como a vergonha, baixa auto-estima e confiança diminuída, bem como impotência e vitimização. Se você é deixado por uma outra pessoa (que foi a minha experiência) a intensidade da rejeição aumenta ainda mais. Eu experimentei a raiva e ressentimento sobre traição e ter experimentado, fez com que a cura fosse muito mais difícil do que nos casos em que a decisão de separação é mútua.

Como superar o fim de um namoro: A descoberta

Através do meu sofrimento inicial, descobri que a maior mudança em avançar veio a partir da mudança do meu pensamento sobre a rejeição. Eu percebi que eu identificava o sentimento de rejeição como se houvesse algo errado comigo.

Claro, isso não era verdade, mas na mente da pessoa que está vivendo isso, é natural. Ao mudar meu ponto de vista, eu finalmente comecei a perceber que a decisão do meu marido não era uma reflexão sobre mim.

É sempre muito importante reconhecer os sentimentos do processo de luto, você não deve esconder as suas emoções. No entanto, a partir da minha experiência, ao invés de simplesmente esperar o tempo curar, eu decidi encontrar maneiras de me curar com formas mais eficazes e mais rápidas. 

Aqui estão cinco maneiras que ajudaram: 

  1. Não é necessariamente sobre você.
  2. Os relacionamentos são atribuições.
  3. Mude o final.
  4. Lembre-se que você está inteiro.
  5. Concentre-se na gratidão.

1. Não é necessariamente sobre você.

Quando me ex marido quis terminar, ele me disse que não estava mais recebendo o que ele merecia no nosso relacionamento e que precisava seguir a sua “verdade”, que já não me incluía. a partir do momento em que ele me disse isso, a minha cabeça só conseguia focar na minha incapacidade de ser o que ele precisava naquele momento. 

Esta é a hora que a vergonha realmente entra em ação. A rejeição diz que você não foi o  suficiente para manter o seu parceiro e em alguns casos, você foi substituído por alguém que conseguiu fazê-lo feliz. 

Às vezes acontece porque a outra pessoa não é capaz de dar suficiente ou ser o suficiente para as necessidades daquele relacionamento. Quando alguém é incapaz de amar totalmente, ou vai ser rejeitado ou o relacionamento vai ser ruim ou a indiferença vai ser tão grande que você vai decidir terminar. 

Somos todos humanos e é muito raro uma pessoa ser impecável dentro de um relacionamento. Eu consegui diminuir significamente o sentimento de rejeição quando percebi que o meu ex-marido tinha suas próprias lutas e problemas. E foi por isso que ele optou por deixar o nosso relacionamento, então, não se tratava tudo sobre mim.

2. Os relacionamentos são atribuições.

Há uma escola espiritual de pensamento que vê as pessoas em nossas vidas como lições. A teoria é que não encontramos ninguém por acidente. Estamos todos no relacionamento para promover nosso crescimento e aprofundar a nossa conexão com nós mesmos e com o universo do outro. Tudo isso é muito significativo, são enormes veículos de crescimento.

Às vezes as pessoas deixam nossa vida de uma forma natural e confortável, outras vezes nos deparamos com a dor da rejeição. A lição não é sempre óbvia à primeira vista, especialmente pela dor do luto, mas depois você consegue perceber que também pode ser visto como uma tarefa concluída e uma oportunidade para aprender.

Considere que você ainda tem muito para alcançar na sua vida e talvez o seu parceiro não era a pessoa para lhe mostrar o caminho. Talvez ser libertado de seu relacionamento vai permitir que você descubra o que realmente precisa para se tornar a pessoa que você está destinado a ser.

Esta ressignificação pode ser maravilhosamente reconfortante se você escolher encontrar o amor novamente no futuro. Se você aprender suas lições a partir das relações que já viveu, você vai crescer. E quando chegar o momento de você compartilhar a sua vida novamente com outro alguém, você viverá a experiência com muito mais satisfação e serão desafios mais fáceis.

3. Mude o final.

Quando alguém opta por deixá-lo, essa pessoa não decide apenas o fim, mas também determina o porquê. 

Eu tinha mudado dentro do casamento. Estava trabalhando através de questões pessoais profundas para que eu pudesse estar preparada para um futuro mais feliz com a nossa família. Tinha crescido, mas o meu marido não tinha mudado comigo.

Quando eu me tornei ciente disso, eu comecei a ver como chegamos ao final, e como se tratava ainda menos sobre rejeição e sim sobre incompatibilidade entre nós dois. 

Pense em maneiras que você fez que podem ter mudado a natureza da relação.

  • Se recusa a respeitar os seus limites?
  • Mudou para melhor de uma maneira que o seu ex-parceiro não poderia lidar?
  • Se recusou a mudar para agradá-los?

4. Lembre-se que você ainda está inteiro.

O sentimento de rejeição é alimentado pela ideia romântica que uma pessoa completaria a outra. Nós não estamos incompletos.

Perder um parceiro é doloroso e a dor da perda é real, mas a dor é agravada e prolongada desnecessariamente quando acreditamos que fomos rejeitados pela “a outra metade de nós mesmos.”

Pois, após o término, com este pensamento, você pode ficar sem nenhum propósito ou significado. Quando comecei a aceitar que eu ainda estava inteira e valiosa, o sentimento de desespero que eu sentia diminuiu.

Continue lendo para saber como superar o fim de um namoro.

5. Concentre-se na gratidão.

Gosto muito de usar a gratidão como uma ferramenta para me deixar em um estado de espírito mais positivo. É certo que, nos primeiros dias de luto, não é fácil se sentir grato por alguma coisa, então eu achei mais fácil começar a fazer uma lista todos os dias das pequenas bênçãos em minha vida. Eu realmente recomendo essa prática.

Quando a sua mentalidade começa mudar, você percebe que existem motivos concretos para ser grato que foram rejeitados. O meu incluí: 

  • Descobrir sobre o caso do meu marido e meu divórcio. Quem sabe quanto tempo eu poderia ter permanecido inconsciente, acreditando que meu casamento era algo que não era?
  • A chance de aprender a me valorizar mais e tornar-me consciente e resiliente. 
  • As novas oportunidades de vida vieram quando eu comecei a ver a perda como uma oportunidade de ter uma vida melhor. Eu tenho certeza que eu não teria a carreira e o senso de propósito que eu tenho agora, sem que a crise que eu passei na minha vida.
  • A chance de me entender completamente para começar um novo e saudável relacionamento.

Você vai conseguir!

Um coração quebrado pela rejeição pode ser um exemplo perfeito de uma bênção disfarçada. A melhor maneira de avançar é permitir-se sentir a dor, então, reformule a perda como uma oportunidade. Confie que as coisas certas vão começar a vir.

Agora que você sabe como superar o fim de um namoro, você pode se curar!

Tradução Livre. Postado em Tiny Buddha.

Está muito difícil para superar o término? Acesse o Eyhe e converse com pessoas que já superaram esse desafio e hoje querem ajudar a partir da sua experiência de vida. É só clicar AQUI!

Um mulher tentando se conectar com a sua intuição.

Como ouvir a intuição?

3 Pings & Trackbacks

  1. Pingback: Como se recuperar da depressão? - Blog Eyhe - Suporte Emocional

  2. Pingback: Como se libertar do seu passado? - Blog Eyhe - Suporte Emocional

  3. Pingback: O suicídio não é a solução! - Blog Eyhe - Suporte Emocional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Continue Conectado

Podcast Autoconsciente

(Parceiro Eyhe) Episódio 65