Como ajudar uma pessoa suicida?

Uma mulher com um lençol no rosto.

Comece ler e logo saberá algumas dicas de como ajudar uma pessoa suicida.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, mais de 800.000 pessoas cometem suicídio a cada ano em todo o mundo, o equivalente a um incidente de suicídio a cada 40 segundos. No Brasil, os números também impressionam: segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, foram registrados 11.821 casos de suicídio em 2012, uma média de 32 casos por dia.

A campanha do Setembro Amarelo acontece em todo o país e várias cidades aderiram. Desde o início do mês, muitos monumentos são iluminados em amarelo para apoiar a campanha.

Estar ciente dos sinais de alerta pode reduzir tanto as tentativas de suicídio quanto às mortes. E fazer a pergunta simples: “Você está tendo pensamentos suicidas?” no final das contas poderia salvar uma vida.

O que faz alguém começar a pensar em suicídio?

Não há uma razão única para alguém pensar em suicídio. O suicídio não discrimina por idade, sexo, riqueza, raça, preferência religiosa ou sexualidade. Alguém que pensa em suicídio pode estar apresentando sintomas de uma doença mental ou uma variedade de fatores de estresse da vida. Pode ser a perda de um ente querido, dificuldades financeiras, problemas de relacionamento, perda de um emprego, mudanças na saúde ou outra mudança significativa na vida.

Quais são alguns sinais de alerta de suicídio?

Sinais de alerta comuns de que alguém pode estar pensando em suicídio incluem:

  • Mudanças de humor.
  • Mudanças na aparência física.
  • Tentativas anteriores de suicídio.
  • Abuso do uso de álcool ou drogas.
  • Declarações com temas de desespero, desamparo e medo de se tornar um fardo.
  • Fazer ameaças verbais de suicídio, como “Quero morrer” ou “Vou me matar”.
  • Quaisquer outras mudanças significativas.

Confie no seu instinto. Se você está preocupado que algo pareça diferente ou errado, provavelmente é.

O que você pode fazer para ajudar alguém que pode ser suicida?

Em muitas situações, a pessoa que está com pensamentos suicidas só precisa que alguém escute seus desabafos, pois, a pessoa pode estar com medo de ser julgada pelo que está sentindo

Então, se você quer ajudar alguém, saiba apenas ouvir. Escute tudo que a pessoa tem para dizer. Deixe que ela desabafe tudo que está guardado dentro de si. 

Se caso você conhecer alguém que precisa de alguém para conversar e desabafar, você pode indicar o Eyhe!

No Eyhe, existem pessoas que já superaram vários desafios, como: depressão, ansiedade, crise de pânico, problemas com relacionamentos e outros. Essa pessoas estão lá para usar a sua experiência de vida como incentivo para as pessoas que estão vivendo um desafio e não sabem como superar.

Se você precisar conversar é só clicar AQUI! E para compartilhar o Eyhe, copie esse link: https://www.eyhe.com.br/x/

TRADUÇÃO LIVRE. Postado em Agência Brasil e Health Partners. 

2 Pings & Trackbacks

  1. Pingback: O suicídio não é a solução! - Blog Eyhe - Suporte Emocional

  2. Pingback: Como lidar com a perda por suicídio? - Blog Eyhe - Suporte Emocional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Continue Conectado

Podcast Autoconsciente

(Parceiro Eyhe) Episódio 65