Por que sentir a gratidão?

Menina feliz pois ela está sentindo a gratidão

A vida nos coloca em situações difíceis, para que possamos aprender e desenvolver o nosso crescimento pessoal. Desta forma, o nosso horizonte de experiências cresce e podemos ajudar os outros a partir do que já vivemos. Se você têm dúvidas sobre se sentir grato, leia e saiba por que sentir a gratidão!

Você valoriza os momentos ruins por terem contribuído em sua evolução? 

Hoje o texto irá nos mostrar como os desafios que vivemos podem somar em nossa vida, e também iremos falar sobre sermos gratos por cada um deles. 

Se você tem interesse em entender um pouco sobre propósitos de desafios e também perceber o quanto tudo isso nos ajuda a evoluir e nos inspirar, continue a leitura! 

  • 1. Introdução
  • 2. Desafios e Dificuldades 
  • 3. Crescimento 
  • 4. Evolução Pessoal 
  • 5. Inspiração 

Há sempre um amanhã! 

“Eu me dei conta de que meus olhos ainda verão um infinito de coisas lindas nessa vida, então tentei mais uma vez.” — Jardim de Açucenas

Podemos ter dias ruins, mas isso não define que a nossa vida seja ruim. A partir do momento em que dormimos e acordamos no outro dia, podemos fazer um dia maravilhoso, isso sim, depende de nós! 

As dificuldades vão aparecer e nós não teremos controles sobre elas, mas temos controle sobre como lidaremos com elas. Isso irá definir o quanto elas tem poder sobre cada um de nós, pois este poder, nós mesmos que cedemos. 

Desafios fazem parte da nossa vida também! 

Independente da situação que você está vivendo, tente focar no que você irá colher de bom disso tudo. Este é um momento ótimo para que você use a Lei da Atração para atrair as melhores energias para a sua vida. 

A Lei da Atração funciona a partir das frequências do universo em sintonia com a sua frequência. Para você entender melhor: É como se nós fossemos o Aladim e o universo o gênio. É só você pedir que ele dirá que seu desejo é uma ordem. 

Acredite no que você quer, visualize você recebendo e confie! 

Por que sentir a gratidão? Cresça! 

Quando estamos vivendo algum desafio que está desafiando nossa resiliência, ficamos vulneráveis. A partir disso, devemos respeitar este momento, pois ele é muito importante para que possamos fechar aquele ciclo. 

Naturalmente crescemos com um conceito de que não devemos ficar tristes, chorar. Assim, aos poucos fomos criando uma resistência em ficar mal, não deixamos as coisas saírem de dentro de nós e acabamos sufocados com várias emoções. 

Uma coisa que devemos aprender: temos que deixar sair. DEVEMOS. É uma regra da vida. Não podemos ir guardando e guardando emoções, isso se transforma em uma bola de neve e a nossa dor sempre continuará ali. 

A evolução pessoal é sempre bem-vinda! 

A evolução acontece assim que conseguimos nos curar, nos entender, perceber o aprendizado que alcançamos. Às vezes demora meses, ou até anos para que consigamos nos sentir curados de novo, mas é um processo necessário.

É essencial entender que ciclos iniciam e em algum momento eles se fecham, devemos estar preparados para que isso aconteça, apesar de quase ninguém conseguir isso.

Não iniciamos projetos pensando no fim deles ou começamos um namoro imaginando o fim. Então, o mínimo que possamos estar preparados, é em entender o que colheremos de bom daquela situação. 

Por isso é importante sentir tudo que precisar sentir, se sentir vontade de chorar, chore. Se precisar se expressar de alguma forma, se expresse.

 Não negue seu processo de cura, lembre que ele é necessário para que a paz de espírito chegue! 

A inspiração vem! 

Aquela que demora, mas chega: A inspiração! Você conseguirá entender o porquê de ter vivido as dificuldades e além disso, conseguirá dar conselhos para outras pessoas que podem estar vivendo o mesmo desafio que você superou!

Usar nossas próprias experiências para inspirar as outras pessoas é um privilégio que temos, pois depois de batalhar para conseguir superar, ainda podemos ajudar alguém no momento doloroso. 

Orgulhe-se das suas superações, você venceu e tem que sentir a gratidão por isso! 

Ajude ou seja ajudado! 

Se você já está curado e sente-se pronto para ajudar outras pessoas, você pode ser Anjo no Eyhe! Onde você ajuda outras pessoas que estão vivendo desafios, a partir da experiência que você viveu. 

Não se sente curado o suficiente para prestar auxílio? Você também pode fazer parte do Eyhe! Entre e converse com os Anjos sobre o que você está vivendo e eles irão te ajudar da melhor forma possível! 

Conhece alguém que gostaria de ler este artigo? Compartilhe e indique o Eyhe! 

Siga as redes sociais do Eyhe:

Instagram FacebookTwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Continue Conectado

Podcast Autoconsciente

(Parceiro Eyhe) Episódio 65